Seguidores

14 de nov de 2010

O Rapaz que não era de Liverpool, de Caio Riter, é espaço de possibilidades

A leitura é, certamente, o melhor passaporte porque abre caminhos




   A leitura do mês de novembro é  do autor Caio Riter: O Rapaz que não era de Liverpool. 
   Marcelo, personagem principal do texto,   descobre que é adotado.  Essa descoberta do menino e a caminhada do personagem para compreender a adoção é processo que acompanharemos durante toda a narrativa. Entre memórias, trechos de canções dos Beatles, gosto herdado de seu pai,  o personagem transitará pelas suas dores/amores.

Um comentário:

Caio Riter disse...

Escritores que desejam existir no coração de seus leitores precisam, com certeza, de mediadores de leitura que criem canais acessíveis de encontro de jovens "modernos", imersos nas tantas novidades enganadoras, com livros: objetos raros, mágicos, capazes de abrir portas lacradas que nós nem sabíamos que existiam. E fico feliz de ver um livro meu entre os escolhidos na construção da história de leitura do pessoal da sexta-série do CBC. Abraços