Seguidores

29 de ago de 2010

Professores das sextas séries desfilam suas leituras

Professores falam de suas leituras para o Leituras e Possibilidades


Entrevista com a  Professora Maria Teresa  
O que estás lendo?
Cinderela Chinesa, de Adeline Yen Mah
O que mais chamou atenção no texto? Por quê?
A naturalidade como o autor coloca peculiaridades da história da China Antiga, bem como, fala das rejeições de uma filha pela própria família, o que me tocou profundamente, pois vivemos num mundo em que as rejeições imperam em muitos lares. Ao mesmo tempo, o livro mostra como a coragem e a perseverança podem ser dois grandes aliados quando estamos frente a um problema.

Entrevista com a professora Angela
O que estás lendo?
Livro: A casa, de André Vianco
O que chamou mais atenção? Por quê?
O  que mais me chamou a  atenção nos textos de André foi o fato do autor tematizar em suas obras as cidades brasileiras.

Entrevista com a Professora Remís 
O que  estás lendo?
Tristão e Isolda – adaptação de Telma Guimarães Castro de Andrade
O que mais chamou atenção no texto? Por quê?
Um romance no período medieval. Mostra as relações sociais e de poder. Permite compreender um período histórico rico no imaginário. Estou relendo o original para depois ler a adaptação para trabalhar com os alunos da 6 série do CBC.

Entrevista com a professora Aline Tonin Carvalho
O que estás lendo?
Estou lendo o livro Trem-Bala, de Martha Medeiros.
O que mais chamou atenção no texto?
Sempre gostei de ler as crônicas da Martha, pois são leituras rápidas e abordam assuntos diversos. Me encanto  como a autora escreve. Como leitora, frequentemente, me identifico com as histórias e situações abordadas por ela. Além disso, independentemente do período em que são escritas, as crônicas são atuais, fazendo-nos refletir sobre relacionamentos, sociedade, política, etc. Recomendo a leitura.

Entrevista com a professora Ana Beatriz 
O que estás lendo?
Os Tambores Silenciosos, de Josué Guimarães.
O que mais te chamou atenção no livro? Por Quê?
O que mais me chamou atenção foi o fato de que, apesar da história se passar em outra época (1936), muitas das situações vividas na fictícia cidade de Lagoa Branca, do interior do Rio Grande do Sul, poderiam perfeitamente ocorrer nos dias atuais em qualquer cidade brasileira porque as situações sociais e políticas, em sua essência, permanecem iguais.

Entrevista com a professora Cristina 
O que  estás lendo?
Livro: O Livreiro De Cabul, de Asne Seierstad
O que mais chamou a atenção no texto? Por quê?
A forma apresentada pela autora para mostrar a rotina, a pobreza e as limitações impostas às mulheres e aos jovens do país, fazendo  uma reflexão sobre o radicalismo, sobre  as contradições do Afeganistão e sobre o resto do mundo.

Entrevista com a professora Luciana
O que estás lendo?
Estou lendo Comer, rezar, amar, de Elizabeth Gilbert
O que mais  chamou atenção no texto? Por quê?
Ainda estou lendo e acredito que o melhor ainda está por vir. O interessante é que o texto fala sobre a viagem de uma mulher em crise, que decide conhecer Itália, Índia e a Indonésia. O texto é dividido em três capítulos, um para cada país. Já li a primeira parte (Itália) e amei. A Itália foi relacionada ao prazer de comer. É incrível ler sobre tudo o que ela come, a descrição de alguns pratos e a sensação que provocam. Chega a dar água na boca. Pra mim, o bom texto é sempre aquele que  provoca algo. E esse livro faz bem esse papel.

Entrevista com a professora Bernadete
O que  estás lendo?
O Inconsciente sem fronteiras, de Renate Jost de Moraes
O que mais chamou atenção no texto?
É um livro que apresenta para o público leitor, experiências vividas com os pacientes em uma clínica de acompanhamento psicológico.

Entrevista com a professora Lúcia 
O que você está lendo?
Livro: O Amanhecer, de Stephenie Meyer
O que mais chamou atenção no texto? Por quê?
Comecei a ler por curiosidade, pois estão falando muito sobre essa autora. Uma adaptação para cinema já foi feito sobre a obra em questão. Como os jovens estão muito ligados nesse assunto, resolvi, então, ler para ter o que conversar com os alunos. o texto é uma narrativa sobre as emoções afetivas e dificuldades de optar por uma mudança de vida, ou seja: a protagonista terá de optar por continuar a ser humana ou se deixar transformar pelo amado vampiro. sentimentos vividos pelos jovens, dúvidas muito bem colocadas pela autora prendem a atenção do leitor.

Entrevista com o professor Eduardo
O que estás lendo?
Estou lendo A Auto-Estrada, de Stephen King – escrevendo com Richard Bachman
O que mais chamou atenção no texto? Por quê?
O que mais me atrai nesse livro e de outros do S. King é o suspense psicológico e eletrizante que envolve o personagem principal. A angústia e a raiva que vão se acumulando perante um mundo doentio que invade sua privacidade e suas memórias. Vale a pena dar uma conferida.

Nenhum comentário: